Volta à Página Principal

 

Michel Pappas


antes


depois

FICHA DO SÓCIO
NOME MICHEL PAPPAS
NASCIMENTO 21/12/1985
CIDADE QUE MORA: Brasília-DF
DATA CIRURGIA 12/12/2007
MÉDICO Dr. Sérgio Arruda
HOSPITAL: HCB - Hospital das Clínicas de Brasília
ALTURA: 2,00 (Dois Metros)
PESO ANTERIOR: 170 kg
PESO ATUAL: 102.5 kg
E-MAIL michel.pappas@gmail.com

DEPOIMENTO

 1- Porque você decidiu operar? 
R: Cara, ser gordo, é difícil, só quem sente, quem sentiu na pele pra saber como que é, conviver com o famoso preconceito contra os obesos, eu particularmente, sempre achei que as pessoas me olhavam com algum tipo de olhar reprovador, eu até tinha alguma auto-estima, mas com tempo ela foi se acabando, e cá entre nós um ser humano sem alto estima... é a pior coisa que existe e sem contar também, com os problemas de saúde que a obesidade pode nos oferecer, eu estava a um passo para ter complicações sérias na minha saúde tais como diabete, hipertensão. O mundo é cruel, eu sempre fui gordinho desde criança, desde moleque convivendo com os problemas que a obesidade nos oferece. Já tentei de tudo pra emagrecer, tudo que vocês imaginarem, até acupuntura, em algumas oportunidades obtive algum sucesso mas sempre naquele famoso efeito sanfona, perdia 30kg mas depois voltava tudo e como a obesidade é gradativa, meu quadro só foi piorando, A partir daí, mais ou menos no começo de 2007 eu comecei a ter a idéia de fazer essa cirurgia, conheci pessoas que a fizeram, conheci esse site e outros sobre a cirurgia bariátrica e fui me "especializando" sobre o assunto, e com o tempo a idéia de fazer essa cirurgia começou a se firmar na minha cabeça, no começo eu resisti à idéia, pelo fato de saber que nunca mais comeria como antes!! Vê se pode! Típico de um gordo compulsivo! Foi então, meados de maio de 2007, nos meus 21 anos e no auge do peso (170 kg), que eu coloquei na cabeça que iria operar, meu primeiro passo foi: convencer a minha família, no começo eles também resistiram à idéia, mas com o tempo a aceitação veio e eu pude realizar o que eu pretendia a um bom tempo...

2- Como foi seu preparo para a cirurgia? (Exames, Procura de médicos, etc)

R: Assim que eu obtive a aceitação da minha família, comecei a procurar médicos em Brasília, pesquisar preços, essas coisas. Foi quando a minha irmã Andressa me ligou dizendo que encontrou um amigo do trabalho dela que estava com a cirurgia bariátrica marcada, ela me disse a melhor coisa que eu poderia escutar naquele momento: "Michel, ele vai fazer a cirurgia com um médico que aceita GEAP" Que no caso é meu plano de saúde... saí igual um louco atrás desse amigo dela, pois trabalhávamos no mesmo local, para obter informações do médico, que seria o Dr. Sérgio Arruda, meu brother! Então liguei na GEAP pra ver a minha situação, adivinhem? Estava desvinculado com a associação pelo fato de eu ter feito 21 anos e não ter levado algum documento que provasse que eu estava estudando, para então continuar com o  plano até meus 24 anos, na hora veio uma tristeza, pensei até em desistir, fiquei pensando no que fazer, dias depois liguei na GEAP novamente para saber se eu poderia de alguma outra forma usufruir o plano, me associei então em outro plano da GEAP, tive que esperar 3 meses da carência para poder começar a usar o plano, passado os 3 meses, marquei minha primeira consulta com o Dr. Sérgio, no dia 01/08/2007, foi ali que começou a caminhada... Ele me esclareceu tudo sobre a cirurgia, tive varias consultas com ele e com sua equipe, a nutricionista, Mari e com a psicóloga. Fui me preparando para cirurgia, fiz todos os exames que me passaram, e fui obtendo resultados positivos nos exames, todos exames apontaram que eu estava apto à fazer a cirurgia. Foi difícil me enquadrar no meu novo esquema alimentar feito pela nutricionista da equipe, fui, me esforçando, nos trancos e barrancos! Tempo vai tempo vem, a minha cirurgia foi marcada para o dia 12/12/2007.

3- Como foi a cirurgia? Houve algum problema durante a cirurgia?

R: No dia anterior a cirurgia, dormi no hospital com a minha querida e inseparável MÃE, já fui me ambientando ao clima da cirurgia, quando foi 6hrs da manhã a enfermeira veio me acordar, fui me aprontando, todo o procedimento foi normal, amarraram minhas pernas e fiquei a espera do meu médico, ele chegou umas 7:30, e deu inicio a cirurgia, eu tava quase apagando, quando um membro da equipe me viu com os olhos arregalados e falou: "Tá acordado Michel? Dá um cheiradinha nisso aqui" ... apaguei! A minha cirurgia durou 4 horas, foi tudo perfeitamente normal, graças a DEUS! Fui acordando aos poucos na UTI, passei 1 dia na lá sendo monitorada pra evitar qualquer problema, na UTI, já me levantei pra tomar banho, confesso que sentia dores no abdômen, não era muita, mas a que tinha, incomodava bastante, depois do 1º dia fui para o quarto, caminhava pelo hospital, fazia tudo como mandava o regulamento e então, fui liberado no dia 14/12 às 16hrs com todas as recomendações possíveis, graças a Deus estava a caminho de casa, vivo e com um sonho realizado...

4- Descreva seu Pós-Operatório.

R: Não vou mentir não, eu procurei saber bem, como seria esse pós com pessoas que já fizeram a cirurgia e todas as respostas que encontrei foram positivas, falaram que tinham tirado de letra o tal "pós", mas como ninguém é igual a ninguém, confesso que pra mim foi difícil, minha mãe que o diga! Principalmente na primeira semana, como não pode comer nada, só no gatorade, água, água de coco, foi difícil segurar a onda, eu pensava em comida toda hora, rolou uma tristeza, um arrependimento, pra durmir foi difícil, eu sou acostumado a durmir de bruço, foi difícil me adaptar e foi logo no final do ano, todos os preparativos pro natal... imaginem! Mas com o tempo eu fui enxergando que todo esforço é compensado, e claro com muita ajuda da minha família, que graças a Deus eu dei sorte de nascer nela, agradeço a todos! Minha mãe, minhas avós, avô, irmão, irmãs, tias, cunhado e cunhada, primos, primas, todos... família é fundamental no pós, asseguro! O que me deu mais gás no pós para segurar a onda foi a perda de peso, perdi 10 kg na primeira semana, foi me dando mais estímulos para encarar a parada e deixar a tristeza de lado, ai com o tempo a comida foi sendo liberada, voltei a trabalhar depois de um mês, sem nenhuma complicação séria, a incisão foi perfeita, tudo nos conformes! Mas confesso que não foi fácil, mas graças a DEUS o meu esforço tá sendo compensado!

5- Como está sua vida atualmente? Como se sente agora? O que mudou na sua vida?

R: Após 8 meses de cirurgia e 8 meses de uma vida nova, me sinto uma pessoa diferente, digamos assim... tenho mais confiança em mim, mais auto-estima, mais segurança, mais bonito, modéstia parte, bonito eu sempre fui! Hehe Mas eu nunca soube o tanto que era bom, colocar uma roupa que vc sempre quis ter e... CABER ! Isso é muito bom! Eu sou fanático por futebol e ainda mais pelo meu time do coração, FLUMINENSE, parece ser bobagem, mas uma grande realização dessa cirurgia pra mim, foi eu poder usar uma camisa do meu time, cara... Me realizei! Pelo lado da saúde, meus exames estão todos perfeitos, todos os riscos caíram, estou pesando 106 kg, perdi 59kg nesses 8 meses! Vocês lembram daquele olhar reprovador que eu achava que todos tinham de mim? Aquilo não existe mais! Minha vida está se adaptando à outro estilo, fui liberado pra malhar a pouco tempo, to malhando todo dia, me alimento bem, mas nada comparado como era, né?! Me policio diariamente, pois existe um risco de voltar a engordar se não se cuidar, e eu não quero NUNCA MAIS voltar a ser o que era, estou descobrindo um mundo novo! Eu afirmo, confirmo, que tudo, mas TUDO mesmo, na minha vida melhorou! Estou até usando sunga... coisa que eu não usava a mais de 13 anos! Impressionante. Mas eu fico meio assim, só de pensar que se eu arriscar, não me policiar, posso voltar a ser o que era, por isso sai do sedentarismo, e tento me alimentar melhor, confesso que é difícil, mas tenho certeza que esses 59kg que eu emagreci se foram, para NUNCA MAIS VOLTAR, com fé em Deus e em mim!

6- Você recomenda essa cirurgia? Descreva os prós e os contras na sua opinião.

R: Eu recomendo sim, mas para quem realmente precisa, para quem já tentou de tudo, de tudo mesmo e infelizmente não deu certo. E para quem já tentou de tudo e realmente quer fazer a cirurgia eu peço que pesquisem bastante sobre o assunto, adicione pessoas que fizeram essa cirurgia no orkut, MSN e recolha o máximo de informações possíveis, para você e sua família se tranqüilizarem sobre a cirurgia! Mas lembrem-se ela não faz mágica, como meu médico me disse "Não faço mágica, estou apenas implantando uma "ferramenta" em você, se você souber manusear bem, pode ter certeza que você vai ser a pessoa mais feliz do mundo." Essa frase me fez refletir bastante, tomaram que sirva pra vocês que querem fazer também. Meu e-mail está no depoimento, quem quiser entrar em contato, à vontade. Abraços. MICHEL PAPPAS.